• Mason Trucks

Caminhões Meteor: conheça os maiores Volkswagens do mundo

Os novos caminhões extrapesados Meteor têm versões com 460 e 520 cv e podem levar até 74 toneladas


O agronegócio e a indústria de caminhões são indissociáveis

O sucesso do agronegócio no Brasil é cada vez mais reconhecido e tem tido impactos positivos na economia brasileira, mas enquanto na indústria pode-se escolher um momento propício aos investimentos, no agronegócio há uma escravização do tempo, pois há o momento exato de plantio, cultivo e colheita. Nessa organização temporal, as máquinas são utilizadas também de forma sazonal.

O crescimento regular da safra de grãos, acompanhado por recordes sucessivos e uma produtividade espetacular, faz com que algumas entidades projetem que o Brasil atingirá safras anuais acima de 350 milhões de toneladas até o ano de 2030, algo como 26% de crescimento em dez anos.


Seguindo esse fluxo, não há um segundo a se perder na agricultura brasileira, que está administrativa e produtivamente 20 anos à frente do resto do mundo. Aqui entra mais uma vez a força do campo, pois os agricultores, com rentabilidade em alta, buscam acelerar o processo de escoamento de grãos, e assim, nove entre dez equipamentos direcionados à gestão agrícola, são os mais vendidos no país.


VWCO comemora seu novo lançamento: Meteor


A Volkswagen Caminhões e Ônibus aposta em seus caminhões Meteor, como os mais indicados para o aumento da produção agrícola.

Lançado em setembro de 2020, o Meteor é um sucesso de vendas da Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO).

O extrapesado VW Meteor 28.460 6×2 é vocacionado para médias e longas distâncias. Equipado com motor de 460 cv e 2.300 Nm de torque, traz outra novidade tecnológica: a nova transmissão automatizada ZF TraXon de 12 e 16 velocidades, conhecida por ser uma das mais modernas do mundo. Já para puxar bitrens e rodotrens, a Volks indica o VW Meteor 29.520 6×4, o caminhão mais potente da marca.

Os números que dão nome às versões indicam o Peso Bruto Total (PBT) e a potência do motor. Ou seja: o Meteor 28.460 tem PBT de 28 toneladas e seu propulsor gera 460 cv – o torque é de 234,5 mkgf. Focada em operações rodoviárias de longas distâncias, essa configuração tem tração 6×2. Esse cavalo-mecânico pode operar com semirreboques de três eixos com Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de 48,5 a 53 toneladas.

Já o Meteor 29.520 6×4 tem PBT de 29 toneladas e motor com 520 cv de potência e 254,9 mkgf de torque. Essa versão pode operar com implementos de sete e nove eixos, com PBTC de 57 a 74 toneladas.

Eles chegam no mercado com o objetivo de fazer a marca crescer no segmento que mais se expande no Brasil, o agronegócio, e são o resultado de quatro anos de desenvolvimento local e mais de R$ 1 bilhão investidos. Os modelos serão fabricados na planta de Resende (RJ) para atender o mercado local e, futuramente, a América Latina.


Concluindo


A linha Meteor foi projetada para proporcionar aos motoristas uma verdadeira viagem de primeira classe, com soluções detalhadas para a funcionalidade perfeita e a qualidade visual, alinhada aos demais modelos produzidos pela empresa, segundo a Volkswagen.


O vice-presidente de vendas, marketing e pós-vendas da VW Caminhões e Ônibus, Ricardo Alouche, afirma que a expectativa está alta e que em breve serão lançadas versões do Meteor com suspensão pneumática. “A família Meteor é um sucesso absoluto”, diz Alouche.


E você, ficou interessado nos novos modelos Meteor? Consulte-nos e saiba mais sobre esses extrapesados, que estão mudando a cara do agronegócio no país.


Não esqueça de compartilhar esse post em suas redes sociais.

9 visualizações0 comentário