• Mason Trucks

Troca de Freios: Qual o momento certo de fazer?

Dirigir um caminhão é uma tarefa extremamente prazerosa, mas também de cuidados particulares. Por se tratar de um veículo feito para condições extremas de viagem e peso, estar atento às revisões periódicas é fundamental para antecipar os problemas de desgaste. E dentre os fatores a se observar, um dos mais importantes é o momento da troca de freios.

Todo possante foi projetado para responder bem mesmo rodando altas quilometragens, ainda que esteja com a carga completa. Mas isso ocorre quando as regras de manutenção estabelecidas pelo fabricante são seguidas à risca.


É expressamente desaconselhável, por exemplo, esperar uma peça quebrar para ser substituída. Pois todo proprietário de caminhões sabe que o prejuízo de um veículo parado vai além dos custos da manutenção do problema.


Um motorista de caminhão experiente consegue, facilmente, perceber os sinais de problemas no sistema de freios. Fatores como vibrações e ruídos ao tentar parar o possante, danos nos rolamentos ou pneus, superaquecimento, aumento de tempo e distância na frenagem, além da baixa durabilidade das lonas são alguns dos indícios de que é preciso fazer uma varredura por avarias.


Manutenção Preventiva


Tanto o gestor de frotas quanto o motorista autônomo sabem que a vida útil destas peças está relacionada com a intensidade de utilização do possante. Logo, quanto mais o caminhão rodar, mais rápida deverá ser feita a troca de componentes do sistema. Sendo assim, é fundamental criar um calendário de verificações para observar, por exemplo, a regulagem das lonas, se os patins estão empenados, além de buscar folgas radiais no sentido transversal do eixo.


Com um veículo tão pesado, o maior inimigo da lona de freio é o calor. Por isso, trechos em serra, como os das estradas de Minas Gerais, geram maior desgaste do que trechos planos. E não se esqueça: caso seja preciso trocar as lonas, as molas de retorno e retenção também deverão ser substituídas. Assim como será necessário trocar as buchas, e até o eixo expansor, no caso de existirem folgas radiais.


Troca da Pastilha de freio


Os principais componentes do sistema de freio são as pastilhas, a peça que sofre o maior desgaste no ato da frenagem. Porém, algumas ações podem prolongar sua vida útil, além de alertar ao motorista se é preciso efetuar sua troca naquele momento. Veja abaixo:

  • Evite freadas bruscas, especialmente se estiver carregado.

  • Adquira sempre peças indicadas pela montadora do caminhão.

  • É importante verificar a situação das pastilhas a cada 15 mil quilômetros rodados, pelo menos.

  • Verifique se os discos de freios possuem ranhuras, pois este problema também aumenta o desgaste da pastilha de freio.

  • Observe se durante a frenagem são emitidos ruídos agudos. Caso positivo, vale a pena verificar o sistema.

  • Veículo sem estabilidade ou tremendo ao frear também são indicadores de problema nas pastilhas.

  • Demora para efetuar a parada durante a frenagem e maior resistência ao apertar o pedal são evidências de alto desgaste.

  • Para os caminhões mais modernos, vale a pena ficar atento ao painel. Alguns veículos contam com luzes de emergência sobre o sistema de freios.

Um veículo com a manutenção em dia trará a segurança necessária para o motorista seguir seu caminho pelas estradas do país. E agora que você sabe mais uma forma de prevenção da mecânica do seu caminhão, mantenha seu possante em dia e boa viagem!

25 visualizações

Venha nos visitar!

E SAIA DIRIGINDO UM MAN-VOLKSWAGEN SOB MEDIDA PRA VOCÊ!

Governador Valadares - Avenida Rio Bahia, nº 2241, Bairro Vila Isa  

Tel: (33) 4042-1955

Coronel Fabriciano - Avenida Presidente Tancredo de Almeida Neves, nº 4259, Bairro Caladinho

Tel: (31) 2942-1817

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco